7 dicas para impulsionar a sua carreira como representante comercial

Um contrato bem elaborado é o primeiro passo para impulsionar a sua carreira. Confira esta e outras dicas para melhorar sua atuação como representante comercial.

O papel do representante comercial para uma companhia

Os representantes comerciais são responsáveis quase que 100% pela receita de muitas empresas e, geralmente, estão na linha de frente dos negócios. Além de vendas, costumam ser responsável pelo suporte e relacionamento com o cliente.

Sob esta perspectiva, o representante comercial é um dos principais pontos de confiança do cliente, visto que faz o intercâmbio do consumidor com a empresa que fabrica ou comercializa o produto.

Mesmo sendo um profissional autônomo, sem vínculo empregatício, o desenvolvimento individual da sua carreira reflete diretamente nos resultados e sucesso de uma companhia.

Em um mercado cada vez mais concorrido, é primordial que se ofereçam ferramentas para equipá-los e prepará-los para enfrentar os desafios que se apresentam diariamente.

1- Fique atento ao contrato de representação comercial

Diferente do vendedor, a base do relacionamento entre a empresa e o representante será o  contrato de representação comercial. Esta é uma formalidade importante para o bom andamento dos negócios, visto que o contrato estabelece normas e promove a segurança das partes envolvidas na negociação.

A remuneração do representante, por exemplo, não é um salário fixo mensal. As comissões são acordadas em um contrato por escrito e pagas conforme os negócios intermediados por ele. Um contrato de representação comercial prevê como será o pagamento do profissional de vendas. O acordo também delimitará a área de atuação e as condições de representação e venda dos produtos.

Em resumo, o acordo possibilita que ambas as partes definam as suas expectativas em relação às vendas e descreva as obrigações e deveres de cada um para que a relação profissional seja benéfica e duradoura. Um contrato de representação comercial elaborado de forma objetiva e bem alinhado garante que o agente de vendas atue de forma mais segura e comprometida.

2- Avalie sua abordagem e trace novos objetivos

Cada vendedor possui uma técnica ou estratégia de vendas. Mas o mercado é algo que está em constante mudança e é preciso avaliar os métodos de venda utilizados para melhorar o desempenho.

Geralmente, as mesmas táticas não funcionam para todos os clientes. Ao avaliar a sua estratégia, considere os hábitos que geram mais rendimentos e os que precisam ser ajustados.

É importante também delinear metas e objetivos futuros. Por exemplo, defina um plano de venda para os próximos meses e quais as táticas que deverá utilizar para cumprir as suas metas. Talvez um curso de atualização possa melhorar as rotinas de prospecção e atrair novos clientes.

3- Organize a sua rotina 

Organizar seu tempo e procedimentos realmente ajuda a melhorar as vendas. E quando surge algum problema a tendência é que você os resolva rapidamente.

Faça uso de aplicativos em seu smartphone ou tablet para organizar e administrar as suas vendas. Ao organizar os seus procedimentos utilizando um programa de gerenciamento é possível agregar muito mais eficácia à sua função.

4 – Represente mais de uma companhia  

Ao representar mais de uma empresa, as oportunidades se ampliam. Uma forma de melhorar a sua renda é representar  produtos ou serviços similares ao segmento que você atua.

Por exemplo, se você comercializa roupas femininas, o mercado de sapatos e acessórios pode ser um nicho a ser explorado conjuntamente.

Com um catálogo maior e mais diversificado, é possível driblar a crise e ampliar a sua carteira de clientes. Fique atento, no entanto, às clausulas de exclusividade em seu contrato.

5 – Faça uso de ferramentas tecnológicas

A tecnologia pode facilitar a vida dos representantes comerciais, que vivem de um lado para o outro negociando aqui e ali. A tecnologia de negócios está se movendo tão rápido que é preciso ficar atento às novidades e tudo que pode facilitar e organizar a sua rotina.

O uso de ferramentas tecnológicas faz com que sobre mais tempo para o relacionamento e o suporte aos clientes. A remoção da carga administrativa tem um duplo efeito sobre a produtividade.

Em primeiro lugar, permite que o vendedor gaste mais tempo vendendo e atender cada vez um maior número de clientes com menos custo.

6 – Participe de treinamentos

Para um melhor gerenciamento de desempenho busque treinamentos que possam ser aliados no quesito produtividade. Treinamentos são sem dúvidas ferramentas que podem melhorar o seu desempenho.

Para os profissionais de vendas,  o treinamento funciona como um gatilho motivacional, pois ao melhorar o seu desempenho também amplia os seus rendimentos.

7 – Abra a sua empresa de representação comercial

Um representante comercial tanto pode trabalhar como autônomo ou constituir sua empresa e exercer sua profissão como pessoa jurídica. Em ambos o casos haverá a necessidade de se registrar no Conselho Regional dos Representantes Comerciais – CORE.

Este registro é obrigatório para quem deseja atuar como representante comercial no Brasil. Ao decidir pela constituição da sua empresa, é preciso levar em conta alguns fatores, como a escolha da estrutura jurídica.

É importante ter em mente que a estrutura legal e o porte da empresa influenciarão diretamente no regime de tributação. Um representante comercial pode atuar individualmente como Empresário Individual – EI ou como Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – EIRELI. Também pode optar em abrir uma Sociedade Limitada.

Vale destacar que o representante comercial não poderá se formalizar como Microempreendedor Individual–MEI. Isso acontece porque o MEI não permite exercer atividades que exigem registro em conselhos de classe.

Fonte: Juridoc

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.