Rede Social permite troca de receitas de família

Entrou no ar nesta semana a versão 2.0 do Pip!. O site é uma rede social na qual os usuários trocam receitas de família entre si.
pip-receitas-de-familia
“Antes, as pessoas tinham cadernos de receitas. Hoje, todo mundo vê no Google. Mas, com isso, as receitas de família estão se perdendo”, explicou em entrevista a EXAME.com Guido Jackson.
Ele é fundador e diretor-executivo da startup por trás do Pip!. O site está no ar desde setembro de 2013.
Como funciona
O internauta pode se cadastrar no Pip! com seus dados do Facebook ou informando nome e e-mail e criando uma senha.
Depois de criar seu perfil, ele pode usar o Pip! para buscar receitas a partir do nome do prato, hashtags (como #doces e #salgados) ou nome de quem as publicou no site.
Quem usa o Pip! pode também publicar suas próprias receitas e ilustrá-las com uma foto. Porém, o site não conta com suporte para vídeos.
“Queremos manter a simplicidade”, explicou Jackson.
100 mil usuários
Com essa fórmula, o Pip! já reúne receitas de mais de 5 mil pratos. Ao todo, o site tem cerca de 100 mil usuários. Segundo Jackson, a maioria tem entre 25 e 54 anos.
O modelo de negócios do site é baseado em publicidade e recursos pagos que podem ser adquiridos por empresas que usam a rede social – como a opção de promover enquetes.
Segundo Jackson, a característica de reunir receitas de família e a simplicidade são diferenciais do Pip! em relação a outros sites de receita.
Em março, ele pretende lançar os apps do site para Android e iOS. Com eles, será possível salvar receitas e acessá-las offline.
Uma versão para Windows Phone também está nos planos de Jackson para o futuro. Até o fim do ano, ele que quer bater a marca de 1 milhão de usuários no Pip!.
Fonte: Exame.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.